Notícias

Tempestades: alertas por SMS para todo Estado de São Paulo

Redigido por Imóvel e Vida

Tempestades: alertas por SMS para todo Estado de São Paulo
A temporada de tempestades, que traz muito medo, transtornos e estragos para a população, já está aberta. Mas agora todos podem saber com um grau de antecedência a chegada do fenômeno. É que a Defesa Civil do Estado de São Paulo passará a enviar alertas de risco de desastres naturais no celular, gratuitamente, por SMS (mensagem de texto), para todas as cidades do Estado. O órgão já começou a enviar mensagens para que a população se cadastre. Porém, é possível adiantar o processo caso o morador ainda não tenha recebido nenhuma notificação.
De acordo com a assessoria de imprensa da Defesa Civil, todos os usuários de celular no Estado receberão um SMS sobre a ativação do sistema. Para se cadastrar, basta responder com o número do CEP de interesse.
Não há limite para o número de CEPs cadastrados. Ou seja, é possível cadastrar o do trabalho, de casa, de parentes, e de qualquer outro ponto de interesse. Porém, é necessário encaminhar um CEP por mensagem. O cadastramento também pode ser feito antes da pessoa receber a mensagem (leia no quadro).
“Com base no nosso monitoramento, sempre que a Defesa Civil identificar uma chuva com maior risco, que possa causar transtorno, inundação, ou granizo, será encaminhado um alerta”, explicou a Defesa Civil.
A escolha do sistema SMS para o serviço se deve ao fato dele poder ser recebido por celulares sem conexão com a Internet. “Atualmente, os alertas de texto são enviados apenas a um grupo com cerca de duas mil pessoas, entre gestores municipais e integrantes da rede estadual de proteção da Defesa Civil. Cabe a eles tomar as providências para avisar o restante da população. Com a adoção do novo sistema, a comunicação das situações de risco será mais rápida e direta, podendo evitar que eventos meteorológicos se transformem em acidentes com pessoas”, comunicou a Defesa Civil.
O sistema foi desenvolvido pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil e está sendo implantado em São Paulo pela Cedec-SP (Coordenadoria Estadual de Defesa Civil). Ele já funciona desde junho no Paraná e em Santa Catarina, onde foi implantado como projeto piloto. No território paulista, terá capacidade para alcançar os 42 milhões de celulares ativos.

Sobre o autor

Imóvel e Vida

Deixe um comentário